Advogado espanca policial após confusão em festa na BA e usa arma da vítima para tentar balear outro homem

Um policial civil foi espancado por um advogado após uma discussão, na noite do domingo (10), na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador. As agressões ocorreram no estacionamento de uma casa de shows, onde ocorria uma festa que os dois participavam. De acordo com a Polícia Civil, a briga teria começado durante o evento.

Em seguida, o policial vai embora, mas o suspeito parece provocar, e a vítima volta. Os dois trocam socos. Depois, o policial cai no chão e o advogado começa a chutar a vítima.

Depois, o advogado segue agredindo o policial, que parece estar desacordado. A mulher tenta evitar as agressões também, mas não consegue. Após o ataque, o advogado vai embora com a arma do policial, que foi encontrada horas depois, abandonada na rua. Toda a confusão durou cerca de 3 minutos.

Após as agressões, Sérgio foi socorrido e levado para um hospital particular de Feira de Santana, onde segue internado nesta segunda-feira. A família contou à reportagem que o estado de saúde dele é estável.

O caso está sob investigação da Polícia Civil, que já ouviu oito testemunhas. Entre elas, a mulher do policial, que estava com ele na festa. Ela prestou depoimento na tarde desta segunda-feira.

A polícia não divulgou o nome do suspeito para não atrapalhar as investigações. O advogado é considerado foragido, e pode responder por dupla tentativa de homicídio - contra o policial e contra o caminhoneiro.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Feira de Santana informou que o suspeito pode ter a carteira cassada, se for condenado pelo crime. g1ba

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande