Após dez derrotas, Vanderlei Luxemburgo é demitido do Cruzeiro

Vanderlei Luxemburgo não é mais técnico do Cruzeiro. Após uma reunião realizada na tarde desta segunda-feira (31), entre o presidente do clube, Gilvan de Pinho Tavares, e o diretor de futebol, Isaías Tinoco, o treinador foi desligado da equipe mineira.

Vitorioso na primeira passagem pelo clube, entre 2002 e 2004, Luxa não conseguiu repetir o bom desempenho da década passada e não durou três meses no cargo. Nesse período foram 19 partidas, entre Copa do Brasil e Brasileirão, onde acumulou dez derrotas.

Luxemburgo deixa o Cruzeiro em situação delicada no Campeonato Brasileiro. O atual bicampeão brasileiro é o 16º colocado com apenas 22 pontos conquistados.

Por Redação Galáticos Online

http://www.vejabaixagrande.com.br

Com surpresas, Dunga convoca a Seleção para amistosos nos Estados Unidos

O técnico Dunga convocou na manhã desta quinta-feira (13) a Seleção Brasileira para dois amistosos em setembro. As partidas no mês que vem serão contra duas seleções que estiveram na Copa do Mundo de 2014: no dia 5 a Seleção enfrenta a Costa Rica em Nova Jérsei, Estados Unidos. Três dias depois é a vez de encarar os anfitriões EUA, em Boston.

A lista de Dunga foi revelada na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Como foi a primeira convocação após a eliminação nas quartas de final da Copa América, havia uma expectativa por surpresas. E vieram: seis jogadores que atuam no Brasil.

E, de fato, alguns nomes chamaram a atenção da imprensa. Destaques para a presença do atacante Neymar, punido pela Conmebol por confusão em campo na partida contra a Colômbia, na fase de grupos da Copa América.

Neymar foi chamado para jogar os amistosos, mesmo afastado também do Barça por uma caxumba. O craque brasileiro não poderá atuar nas duas primeiras partidas das Eliminatórias, contra o Chile e Venezuela no mês de outubro. Também chamaram a atenção os retornos de Kaká, do Orlando City, e Lucas Moura, do Paris Saint-Germain.

Confira as lista de convocados:

GOLEIROS
Jefferson (Botafogo)
Alisson (Internacional)
Marcelo Grohe (Grêmio)

ZAGUEIROS
David Luiz (Paris Saint-Germain)
Marquinhos (Paris Saint-Germain)
Gabriel Paulista (Arsenal)
Miranda (Internazionale)

LATERAIS
Douglas Santos (Atlético-MG)
Danilo (Real Madrid)
Filipe Luís (Atlético de Madrid)
Daniel Alves (Barcelona)

VOLANTES
Luiz Gustavo (Wolfsburg)
Fernandinho (Manchester City)
Ramires (Chelsea)
Elias (Corinthians)

MEIAS
Kaká (Orlando City)
Oscar (Chelsea)
Willian (Chelsea)
Lucas Lima (Santos)

ATACANTES
Neymar (Barcelona)
Hulk (Zenit)
Roberto Firmino (Liverpool)
Lucas Moura (Paris Saint-Germain)
Douglas Costa (Bayern de Munique)

Redação Goal

http://www.vejabaixagrande.com.br

Após matéria do Bocão, Sudesb garante que investe em infraestrutura para atletas

Após a matéria do Bocão News e do Galáticos Online sobre as dificuldades enfrentadas pelos atletas baianos para disputar as Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016, a Superintendência de Desenvolvimento dos Desportos (Sudesb) se manifestou, por meio de nota, explicando que o governo do Estado tem investido na reforma, modernização e construção de equipamentos esportivos.

De acordo com o órgão, foram firmados contratos e convênios para a construção ou reforma de cerca de 400 equipamentos esportivos em todo o Estado, estando nesta lista quadras, ginásios, pistas de skate e piscinas. Sobre a crítica do presidente da Federação Baiana de Desportos Aquáticos (FBDA), Sérgio Silva, de que não acredita que o Centro Olímpico de Natação fique pronto este ano. A Sudesb não precisou a data, mas garantiu que será entregue este ano.

“São destaques também no fortalecimento da infraestrutura do esporte, a construção do Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas, a reforma e modernização do Estádio Metropolitano de Pituaçu, na capital. Também em Salvador, o governo do estado entregou à população, em novembro de 2014, o ginásio de Cajazeiras, possibilitando que a capital baiana volte a receber partidas oficiais das modalidades de quadra, como futsal, vôlei, basquete e handebol”, informou o órgão.

Ainda na nota, a Sudesb destacou que, em 2011, o governo do Estado criou o programa Bolsa Esporte, beneficiando atletas iniciantes e de alto rendimento. Desde a sua criação, segundo o órgão, o programa concedeu 534 bolsas para 321 atletas e paratletas com investimentos da ordem de R$ 2,1 milhões.

“Os desafios para dotar o Estado com uma boa infraestrutura esportiva são grandes e muito há ainda por ser feito. No entanto, todo este investimento feito pelo governo baiano a partir de 2007 vem colocando a área esportiva do Estado em um patamar mais seguro e evoluído, com áreas de lazer e entretenimento para a população e perspectivas de um futuro melhor para atletas e profissionais do esporte”, concluiu.

Por Redação Bocão News

http://www.vejabaixagrande.com.br

Bahia goleia Boa Esporte e assume liderança da Série B

O Bahia precisava de um triunfo por dois gols de diferença para assumir a liderança da Série B, e foi além. Diante do Boa Esporte, na Fonte Nova, o time comandado por Sérgio Soares goleou a equipe mineira por 4 a 1, e fica na 1ª colocação da competição ao menos até o complemento da rodada, quando pode ser ultrapassado por times como Vitória e Botafogo.

Sem dificuldades, o tricolor contou com gols do zagueiro Jaílton, do atacante Kieza, do meia Eduardo, destaque do jogo, e ainda do vbolante Souza, que completou o marcador. O jovem Vítor também foi destaque, e fez a torcida esquecer o nome de Marlon na lateral esquerda.

Na próxima rodada, o Bahia volta a atuar na Fonte Nova, na próxima terça-feira (11), contra o Náutico, quando o Esquadrão recebe os pernambucanos às 19h.

O jogo

Avassalador, o Esquadrão foi para cima do adversário e chegou ao primeiro gol em uma bola parada. Após cobrança de escanteio, zagueirão Jaílton subiu absoluto e cabeceou firme, sem chances para o goleiro Andrey.

O Boa Esporte tentou responder com uma cobrança de falta de muito longe. O lateral esquerdo Pirão tentou surpreender Douglas Pires, mas o arqueiro tricolor fez boa defesa no chute rasteiro.

Responsável por cobrar o escanteio no lance do primeiro gol, Eduardo deu mais uma assistência, desta vez achando Kieza entrando de cara com o goleiro, aos 27. O artilheiro tricolor não decepcionou e bateu na saída do arqueiro: Bahia 2 a 0.

Aproveitando o mau momento dos mineiros, o Bahia não diminuiu o ritmo, e aos 31 chegou ao terceiro. Em bela jogada do ataque, Vítor recebeu dentro da área pelo lado esquerdo, e serviu Eduardo, que finalizou firme: Bahia 3 a 0.

Já nos acréscimos, o Boa Esporte conseguiu diminuir, e após confusão na área, Tadeu pegou mal no voleio mas conseguiu vencer Douglas Pires: Bahia 3 a 1.

Segundo tempo

Superior, o Bahia continuou dominando e chegou ao quarto gol através de dois volantes. Aos 17 minutos, Yuri fez fila no meio campo e entregou para Souza, que de cara com o gol colocou a bola por baixo das pernas do goleiro adversário: Bahia 4 a 1.

Com o triunfo garantido, Sérgio Soares aproveitou para promover o retorno do jovem Zé Roberto aos gramados, após se recuperar de lesão. O atacante revalado na base tricolor entrou no lugar de Kieza, que foi poupado do rerstante da partida.

O zagueiro Róbson também foi poupado da metade final da segunda etapa, dando lugar a Thales na defesa.

Por Redação Galáticos Online

http://www.vejabaixagrande.com.br

Bruno Paulista se antecipa ao Bahia e revela despedida: "Chorando demais"

Bruno Paulista não faz segredo. Na manhã desta quarta-feira, o volante postou uma foto no Instagram para se despedir do Tricolor. O destino dele deve ser o Sporting, clube de Portugal. O atleta, inclusive, já viajou para a realização dos exames médicos. A negociação, no total, é de 3,5 milhões de euros, o que equivale a pouco mais de R$ 13 milhões. Após postagem do atleta, o clube baiano confirmou que negocia o volante e que depende apenas dos exames médicos para assinar com sua nova agremiação.
- Não sei nem o que falar desse Bahia. Queria agradecer esses 2 anos de caminhada nesse time maravilhoso. Não sei nem o que falar nesse momento. Chorando demais aqui. Vou levar meu Bahia pra sempre no coração - escreveu o jogador em uma rede social.

Por GloboEsporte.com
Salvador

http://vejabaixagrande.com.br

Ávine está fora da partida contra o Boa Esporte

Ávine está fora da partiA expectativa da torcida era rever o lateral-esquerdo Ávine em campo, após duas rodadas, já na noite desta sexta-feira (7), contra o Boa Esporte, na Arena Fonte Nova. No entanto, os tricolores terão que esperar mais um pouco para assistir novamente o xodó em ação pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta terça-feira (4), em entrevista coletiva, o coordenador médico do Bahia, Luiz Sapucaia, explicou o motivo para deixar o jogador fora de mais uma rodada da competição nacional. “Ele será poupado e só vamos contar quando o jogador estiver 100%. Ele apresentou uma inflamação articular no joelho, o que não tem qualquer relação com a lesão sofrida lá atrás. Fatalmente, pelo fato de se entregar e ser muito exigido, isso pode acontecer outras vezes. Por esta razão ele está fora do próximo jogo”, comunicou. Sem Ávine, a vaga na lateral-esquerda será disputada pelo jovem Vitor e o experiente Marlon.

Nado sincronizado do Brasil fica em 11º na final da rotina livre no Mundial

A equipe brasileira de nado sincronizado repetiu o desempenho das eliminatórias da rotina livre na final desta sexta-feira (31) e assegurou a 11ª colocação. As brasileiras somaram 85,2667 pontos (25,4000 na execução 34,6667 na impressão artística, e 25,2000 na dificuldade) e terminaram à frente da seleção dos Estados Unidos.

Na final, o Brasil foi representado por Beatriz Feres, Branca Feres, Lara Teixeira, Lorena Molinos, Maria Bruno, Maria Clara Coutinho, Pamela Nogueira e Sabrine Lowy. As reservas foram Luisa Borges e Maria Eduarda Miccuci.

A equipe conseguiu uma nota um pouco mais baixa do que nas eliminatórias, quando fez 85,3333 pontos. Ainda assim o desempenho das brasileiras foi superior ao dos Jogos Pan-Americanos, quando as brasileiras somaram 82,9000 e ficaram atrás das norte-americanas, que levaram a medalha de bronze.

Elas se apresentaram sob o tema "Carnaval" e ficaram bem próximas da décima colocada na disputa, a equipe da Grécia, que fez 85,8333 pontos. Assim, as atletas brasileiras exibiram satisfação com o resultado.

"Estamos com a sensação que fizemos tudo que a gente podia e estamos satisfeitas. A nossa treinadora já falou que fizemos uma boa nadada e sentimos isso. Nós crescemos muito desde o começo do período de treino. Fizemos algumas alterações do Pan até aqui, melhoramos e estamos confiantes no trabalho", analisou Maria Bruno.

A seleção da Rússia confirmou o seu favoritismo e levou a medalha de ouro, com 98,4667 pontos. As russas venceram todas as disputas da rotina livres por equipes desde a sua introdução no programa do Mundial, em 2007.

Além disso, a Rússia passa a somar sete medalhas de ouro em oito eventos do nado sincronizado já realizados em Kazan. A prata ficou com a China, com 96,1333 pontos, seguida pelo Japão, que assegurou o bronze com 93,9000 pontos, em uma disputa acirrada com a Ucrânia, superada por apenas 0,2 pontos.

A disputa do nado sincronizado no Mundial de Esportes Aquáticos prossegue neste sábado com a disputa da final da rotina livre combinada. O Brasil avançou para a disputa de medalha com a décima colocação.

SALTOS ORNAMENTAIS - A China faturou nesta sexta-feira a sua sétima medalha de ouro na disputa dos saltos ornamentais em Kazan. He Chao venceu a disputa do trampolim de três metros com 555,05 pontos. O russo Ilya Zakhaov levou a prata, com 547,60 pontos, enquanto o bronze foi para o britânico Jack Laugher, com 528,90. O brasileiro César Castro foi o 14º colocado nas semifinais e garantiu sua classificação para a Olimpíada de 2016, mesmo que não tenha avançado à final.

QUADRO DE MEDALHAS - Com o domínio de russos e chineses no nado sincronizado e nos saltos ornamentais, respectivamente, os países lideram o quadro de medalhas do Mundial, iniciado em 24 de julho. A China está à frente com sete ouros, sete pratas e três bronzes, enquanto a Rússia soma sete ouros, três pratas e um bronze.

O Brasil já conquistou duas medalhas. O País faturou uma prata, na disputa por equipes da maratona aquática, e um bronze, com Ana Marcela Cunha, na maratona aquática de 10 quilômetros.

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande