Salvador recebe curso de masturbação para mulheres em setembro

Com o intuito de desmistificar a masturbação, o portal Mundo da Intimidade promove, no dia 10 de setembro, um curso sobre o tema. Voltado apenas para o público feminino, o evento terá palestras da sexóloga Karla Kalil e da educadora sexual Aline Castelo Branco. "Recebemos pedidos de ajuda de mulheres que querem aprender a chegar ao orgasmo", revelou Aline ao Portal iBahia.

Com previsão inicial de 40 vagas, o curso 'Aprenda a se Masturbar' custa R$50 reais. Quem se inscrever ganha um brinde e terá direito a 2 horas de aula. Para a parte prática, as mulheres terão o auxílio didático de uma prótese de vagina. "Também temos como objetivo que nossas alunas consigam ter o emponderamento do seu próprio corpo", ressaltou a educadora sexual.

No curso, as inscritas vão aprender técnicas de masturbação e pontos erógenos do corpo feminino e masculino. "Tudo para deixar a mulher e seu parceiro ou parceira mais feliz e satisfeito sexualmente", assegurou Aline. Durante o bate-papo com o iBahia, ela revelou que até dezembro o Mundo da Intimidade promoverá outros cursos: "Teremos temas como pompoarismo, sexualidade da mulher mastectomizada e sexo anal".

Vale lembrar que o site também já promoveu outros cursos voltados para a sexualidade feminina. Um bom exemplo é o curso de sexo oral. "A demanda do nosso último curso foi tão grande que tivemos que disponibilizar mais vagas. No total foram 60 alunas", disse Aline. As inscrições podem ser feitas através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Redação iBahia
( O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. )

http://www.vejabaixagrande.com.br/

Refrigerante leva 184 mil pessoas à morte por ano, diz estudo

Um novo estudo feito por cientistas dos Estados Unidos concluiu que o consumo de refrigerantes leva 184 mil pessoas à morte todos os anos. De acordo com o 'Uol', os pesquisadores usaram dados sobre a ingestão de bebidas açucaradas de 62 estudos sobre dieta, com a participação de mais de 600 mil pessoas de 51 países, feitos de 1980 a 2010. 

Com o intuito de confirmar quais doenças tinham causado as mortes, os especialistas usaram a 'Global Burden of Diseases, Injuries and Risk Factors 2010', uma análise internacional atualizada periodicamente. De acordo com o estudo, o consumo de refrigerantes causa 133 mil mortes por diabetes, 45 mil por doenças cardiovasculares e 6.450 por câncer.

A pesquisa descobriu, ainda, que nos Estados Unidos as bebidas açucaradas são a causa de cerca de 45 mil óbitos ao ano.

http://www.ibahia.

http://www.vejabaixagrande.com.br

Doenças cardiovasculares representam principal causa de morte em Feira de Santana

Profissionais e estudantes da área de saúde estão reunidos nesta sexta-feira (21) em um Hotel de Feira de Santana, participando da XXIII Jornada de Cardiologia, que segue até sábado (22). Segundo o médico Edval Gomes, que é um dos organizadores do evento, os participantes terão a oportunidade de atualização com os mais importantes nomes dentro da cardiologia de Feira de Santana, da Bahia, além de alguns convidados nacionais.

De acordo com Edval, o foco do evento é trabalhar com a prevenção e o combate da hipertensão, do colesterol elevado e todos os fatores de risco das doenças cardiovasculares, que, conforme informou, representa a principal causa de morte em Feira de Santana. “Suplanta as mortes por acidentes, por homicídios, por doenças infecciosas, por câncer e, portanto, é maior causa de morte em Feira de Santana e precisamos combater com o controle dos fatores de risco”, destacou.

Em casos de doenças estabelecidas, o médico informou que a jornada vai apresentar avanços tecnológicos em relação ao diagnóstico, terapia, além de especialistas para abordar informações importantes. Edval Gomes destacou ainda, a importância de ir ao médico com frequência, já que, de acordo com ele, as doenças cardiovasculares são silenciosas.

“Esse é um grande problema. A pessoa acredita que está bem e não procura um profissional, o fato da doença não se manifestar faz com que as pessoas não procurem um médico, ou quando tem o diagnóstico feito, ela deixa de fazer o tratamento. A gente costuma ouvir de alguns pacientes que tem pressão alta que estão se sentindo bem e que vão parar de tomar a medicação, mas é a partir daí que desenvolve o AVC (Acidente Vascular Cerebral), o infarto, as doenças circulatórias, a insuficiência renal, doenças da visão e daí por diante”, alertou.

As informações são do repórter Ney Silva do Acorda Cidade

http://www.vejabaixagrande.com.br

Agência de medicamentos nos EUA aprova primeiro 'viagra feminino'

A Food and Drugs Administration (FDA), agência que regula a fabricação de medicamentos nos Estados Unidos, aprovou nesta terça-feira (18) a droga que promete tratar a falta de desejo sexual em mulheres.

O medicamento que tem nome comercial Addyi, é conhecido como o 'Viagra feminino' e é a primeira pílula voltada para aumentar a libido das mulheres.

Nos testes, a droga flibanserin atua sobre neurotransmissores que baixam o interesse sexual nas mulheres. O remédio já havia sido rejeitado em 2010 e 2013.

A flibanserin pode produzir efeitos colaterais como náuseas, sonolência, queda da pressão arterial e desmaios.

"A aprovação de hoje oferece às mulheres afetadas por seu baixo desejo sexual uma opção de tratamento aprovada", declarou Janet Woodcock, diretora do Centro de Avaliação e Pesquisa dobre drogas do FDA, em nota divulgada pela agência. As informações são do Correio.

http://www.vejabaixagrande.com.br

Brasil é o 16º consumidor de maconha do mundo

O Brasil ocupa a 16ª entre os países consumidores de maconha, de acordo com o levantamento do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC). Os dados revelam ainda que 4,9% da população mundial com idades entre 15 e 64 anos revelou ter consumido a droga em 2012.

O primeiro lugar do ranking é da Islândia, onde 18,3% da população consome maconha. Em segundo lugar está Nigéria, com 16,8%. O Uruguai, primeiro país do planeta a legalizar a droga, aparece apenas em 20º, enquanto que o Brasil, que discute o tema há tempos e está em vias de tomar uma posição legal, está em 16º.Uso medicinal

Um método criado por pesquisadores das universidades de East Anglia, em Barcelona, na Espanha, bloqueia os efeitos colaterais cognitivos da maconha, como como a amnésia, e, ao mesmo tempo, preserva os seus benefícios para o uso medicinal.

Durante os estudos com camundongos, os pesquisadores descobriram que a ausência de um determinado receptor de serotonina conhecido como 5HT2AR reduz alguns dos efeitos cognitivos negativos do THC, mas que essa mesma ausência não tem impacto nos seus efeitos positivos.

Os estudiosos acreditam que, futuramente, o trabalho possa representar um marco para terapias baseadas no uso da cannabis, já que há potencial de evitar que elas causem alterações no humor, na percepção e na memória dos pacientes.Os cientistas, entanto, alertam que os pacientes não devem tentar se automedicar com a cannabis.

Redação iBahia

http://www.vejabaixagrande.com.br

Vacina contra a dengue pode estar disponível em 2018, diz ministro da Saúde

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse hoje (13) que a vacina contra a dengue pode estar disponível em 2018 no país, “se tudo der certo nas pesquisas que os cientistas estão fazendo”. Segundo ele, o governo aguarda o desenvolvimento de uma vacina que seja segura para a população. Chioro informou que o Instituto Butantã, em São Paulo, e a Fundação Oswaldo Cruz, em Manguinhos, no Rio de Janeiro, são os dois polos brasileiros que estão investigando a vacina de maneira avançada.

“Não há expectativa imediata. E insisto, se tudo der certo nas pesquisas. Porque vacina contra doença viral e, no caso da dengue, contra quatro sorotipos diferentes, nós vamos ter que esperar um avanço e se conseguirmos [isso] não tenha dúvida de que o governo, o Ministério da Saúde vai trazer mais uma vacina para os brasileiros”, acrescentou.

Segundo o ministro, o Brasil conta com as 14 vacinas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde, e as vacinas contra o HPV, a hepatite A, a difteria e tétano acelular para gestantes foram as últimas a serem incorporadas ao calendário vacinal.Arthur Chioro participou hoje do programa Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República em parceria com a EBC Serviços, para divulgar a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite, que começa no próximo sábado (15) – Dia D da vacinação – e vai até 31 de agosto.

A meta do ministério é imunizar 12 milhões de crianças, de seis meses a 5 anos incompletos, contra a paralisia infantil. Ele ressaltou que não há hipótese de faltar vacina e que 18 milhões de doses foram distribuídas em todo o Brasil.

Agência Brasil

http:www.vejabaixagrande.com.br

Bahia vai receber R$ 1,6 milhão para enfrentar dengue, chikungunya e zika vírus

O Ministério da Saúde autorizou repasse de R$ 1,6 milhão para ações emergenciais de controle e prevenção da dengue, chikungunia e zika vírus na Bahia. A portaria que encaminha os recursos para o Fundo Estadual de Saúde do estado está publicado no Diário Oficial da União de hoje (10).

As três doenças ocorrem simultaneamente e já são tratadas como tríplice epidemia. Dados do último boletim da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), publicado na última quinta-feira (6), mostram os registros de 53,5 mil casos suspeitos de dengue, 41,6 mil de zika vírus e 11,7 mil de chikungunya entre janeiro e o começo de agosto.

No caso da dengue, houve aumento de 177% dos casos em relação ao mesmo período do ano passado e a incidência é de 354 casos para cada 100 mil habitantes. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que níveis de incidência acima de 300 casos para cada grupo de 100 mil habitantes revelam situação de epidemia. Ainda segundo o boletim, a incidência de zika vírus está em 275 casos para cada 100 mil habitantes.

De acordo com a superintendente de Vigilância e Proteção à Saúde, Ita de Cácia, o repasse de recursos foi em resposta a uma solicitação do governo do Estado, a partir da necessidade de melhorar as ações de enfrentamento à doença. Ao todo, foram solicitados ao Ministério da Saúde R$ 15 milhões para realizar ações que incluem compra de teste rápido para detecção da febre chikungunya e de material para o controle do Aedes aegypti, mosquito transmissor das três doenças.

Para Ita, entre as ações emergenciais necessárias está promover a capacitação de profissionais de controle de endemias e profissionais de saúde dos municípios para que casos graves sejam imediatamente identificados e tratados.

“Esses recursos são necessários não só por conta da dengue, mas pelas outras duas epidemias que estão em curso. Se fossemos somar os casos das três, que são transmitidas pelo mesmo vetor, daria um número muito grande. Nós não conhecemos bem ainda como a chikungunya e a Zika vírus vão se comportar. Tanto que, em relação à Zika, logo no início, achamos que seria uma virose mais branda. Foi quando começaram a aparecer os casos de complicações neurológicas”, explica a superintendente, referindo-se aos casos da Síndrome de Guillain-Barré que surgiram principalmente entre pessoas que tiveram antes sintomas de doenças causadas pelos vírus. Até o momento, a Sesab notificou 57 casos da síndrome.

ibahia.com

http://www.vejabaixagrande.com.br

Refluxo: o que é, os sintomas e como minimizar o problema

Todo mundo acha que tem refluxo e muita gente tem mesmo, mas não sabe como diagnosticar. Os sintomas de refluxo gastroesofágico (quando o conteúdo do estômago volta para o esôfago ou para garganta) podem ser percebidos facilmente pelo paciente, mas é recomendado que se vá ao médico para ter o diagnóstico preciso.Muitas pessoas se queixam da azia, que é aquela sensação de queimação; alguns tipos de alimento, a exemplo de molho de tomate, comida gordurosa, e ingestão de bebida alcoólica podem causar esse problema, que também pode ser um dos sintomas de refluxo.

Dor de garganta, tosse, alteração na voz, acordar com a boca cheia de líquido, falta de ar, quando juntos, podem ter relação com o refluxo gastroesofágico. Por isso, é preciso que o paciente seja submetido a uma endoscopia, a um exame para medir pH do esôfago, raio-x contrastado do esôfago e até mesmo ao estudo da sua história clínica para que a doença seja caracterizada como refluxo.

Caso o diagnóstico seja positivo, o paciente terá de ser submetido a medicamentos e a uma reeducação alimentar, que diz respeito ao que comer ou não comer e ao como comer. Em casos graves, pode ser preciso a realização de uma intervenção cirúrgica.

correio24horas.com.br

http://www.vejabaixagrande.com.br

Quer emagrecer? Confira 10 alimentos que devem entrar na sua dieta

Na busca do corpo perfeito para o verão? A seleção de bons alimentos é essencial para quem está focado na dieta e reeducação alimentar. As escolhas do que comer e horário podem ser decisivos no resultado final. Confira a lista de 10 alimento para inserir na dieta divulgada pela 'Vogue Brasil'.

1. ALFACE AMERICANA
Além de conter pouquíssimas calorias, é um ótimo alimento para incluir nas refeições mais importantes do dia – por conter uma textura mais crocante que as demais folhas, acrescentar porções da verdura nos pratos faz parecer que você está comendo mais, mas sem a parte do aumento calórico. Outra dica é fazer um belo prato repleto de alface americana, legumes e uma carne magra.

2. TORANJA
Apesar de não ser tão comum nos supermercados, a toranja é uma ótima aliada da dieta: meia porção contém apenas 52 calorias, mas é recheada de nutrientes como vitamina A, C e B6. Uma boa dica é adicionar pedaços de toranja na salada.

3. RABANETE
A raiz contém poucas calorias (cada porção tem cerca de uma caloria) e é rica em fibras. O rabanete é fácil de guardar no refrigerador e de carregar na bolsa para comer como snack da tarde. Se você prefere comer rabanete acompanhado de outros alimentos, corte-o em fatias e adicione na salada para um sabor apimentado.

4. COUVE-FLOR
Couve-flor é um alimento barato, fácil de encontrar no supermercado e superversátil. Uma porção contém apenas 25 calorias, mas 2,5 gramas de fibra e 2 gramas de proteína. Além de ser uma delícia crua, a couve-flor pode ser cozida, virar creme e adicionar um sabor extra à sua sopa.

5. GRÃO DE BICO
Acrescente grão de bico na sua salada diariamente – o alimento é item essencial nas dietas de emagrecimento. Meia xícara de grão de bico contém cerca de 130 calorias, quase 6 gramas de fibra e 7 gramas de proteína. Outra opção é transformá-lo em húmus light, sem utilizar tahini, e combinar com torradas integrais ou legumes crus.

6. PEPINO
Por mais estranho que pareça ser, o pepino pode substituir o pão, e este truque economiza cerca de 200 calorias ao preparar um sanduíche. Basta descascar o pepino, dividi-lo em duas partes iguais, remover as sementes e criar um 'buraco' arredondado dentro, onde ficará o recheio. Acrescente então uma porção de proteína (como frango desfiado, por exemplo), tomate, pimenta e queijo branco.

7. MINGAU DE AVEIA
O bom e velho mingau de aveia – que leva somente leite e aveia em flocos – é uma das receitas mais eficientes para quem busca um café da manhã nutritivo durante a dieta. Rico em fibras e muito saboroso, uma porção do mingau contém cerca de 150 calorias.

8. ROSBIFE
Por se tratar de carne vermelha, deve ser ingerido com cautela – mas pequenas porções de rosbife podem ajudar na perda de peso. 50g de rosbife contêm cerca de 80 calorias.

9. PIPOCA
A pipoca de panela é uma ótima opção de lanche da tarde – basta não acrescentar manteiga ou açúcar na receita. Uma porção de pipoca contém cerca de 90 calorias, é fácil de preparar e tem gosto de infância!

10. CAMARÃO
Se você quer perder peso de verdade, planeje cada refeição com uma porção magra de proteína – e, se você não aguenta mais comer peito de frango grelhado, o camarão pode ser um ótimo substituto. Uma porção média da delícia contém 17 gramas de proteína e apenas 77 calorias – só não vale ingerir as versões fritas ou empanadas, OK?

Redação iBahia

http://www.vejabaixagrande.com.br

Composto criado por cientistas simula efeitos de exercícios físicos

Um estudo realizado na Universidade de Southampton desenvolveu um composto que simula os efeitos de exercício físico no corpo. Denominado composto 14, a molécula inibe o funcionamento da enzima ATIC, que monitora os níveis de insulina no sangue e induz a liberação de um regulador de metabolismo celular chamado ZMP. Essa substância é responsável por indicar que as células estão sem energia para que seu consumo de glicose aumente. Segundo a revista Galileu, o composto criado pelos cientistas foi utilizado em ratos com uma dieta normal e outros com uma dieta que os deixou obesos. Após o uso de uma única dose do composto 14, os níveis de glicose dos ratos obesos foram reduzidos a taxas normais. Com uma dose diária durante uma semana, os animais perderam 5% do total do peso.

Servidores estaduais da Saúde fazem manifestação em frente à Saeb

Em greve há 15 dias, os servidores estaduais da Saúde realizaram nesta sexta-feira (31) um protesto em frente à sede da Secretaria da Administração do Estado (Saeb), no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Na manifestação, os trabalhadores protestaram pela restituição dos salários cortados e contra a falta de avanços nas negociações com o governo do estado. Os servidores criticam o que chamam de “forma autoritária” com que têm sido tratados pela administração estadual e afirmam não ter seu direito de greve respeitado. “Este governo vai ser manchado por cortar salários de trabalhadores em greve. O governo e o seu secretariado vêm anunciando para todos que estão negociando e, ao mesmo tempo, adotam medidas radicais que demonstram um falseamento e um desrespeito com os trabalhadores”, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado (Sindsaúde-BA), Silvio Roberto dos Anjos e Silva. A categoria ainda denuncia ter tido a visualização eletrônica dos contracheques dos trabalhadores bloqueada pela Saeb. O sindicato afirmou ter enviado documento para o governador Rui Costa e para o secretário da Administração, Edelvino Góes, pedindo explicações sobre os cortes de salários. O Sindsaúde estuda ainda a possibilidade de não participar da campanha nacional Dia D da Vacinação, prevista para o dia 16 de agosto. Parados desde o último dia 17 de julho, os servidores da Saúde da Bahia decidiram continuar o movimento paredista na última quinta-feira (30), após o governo não enviar ao Sindsaúde-BA nenhuma contraproposta à pauta de reivindicações, como acordado nas negociações entre categoria e governo na última quarta-feira (29). Uma nova manifestação dos servidores está prevista para a próxima segunda-feira (3), em frente ao Hospital Geral do Estado (HGE).

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande